otis-johnson

Indo para Times Square, em Nova York, Otis Johnson está impressionado com o número esmagador de pessoas. Todo mundo parece estar caminhando rapidamente com rostos inexpressivos e fios em seus ouvidos.

Ele está confuso. Sendo completamente removido da sociedade desde 1975, Johnson acha que ele entrou em outro planeta onde todo mundo virou um agente secreto. A era Steve Jobs passou completamente por ele.
Em agosto de 2014, Johnson foi libertado da prisão após cumprir uma pena de 44 anos por tentativa de assassinato de um policial. Ele foi para a cadeia quando ele tinha 25 anos. Hoje ele tem 69 anos.
A data para sua liberdade estava inicialmente prevista para antes, mas ele acabou ficando mais oito meses por furtos cometidos quando ele tinha 17 anos.
Johnson representa um conjunto muito pequeno de pessoas nos Estados Unidos. Em 2013, aproximadamente 3.900 detentos foram libertados de prisões norte-americanas depois de cumprir pelo menos 20 anos, de acordo com o Bureau of Justice Statistics. Isso é menos do que 0,7% de todos os presos estaduais naquele ano.

maxresdefault

Além do relato sobre as novidades tecnológicas, Otis ainda relatou sua felicidade por estar livre. Acostumado a estar sozinho, o ex-detento gosta de andar de ônibus, onde pode se comunicar e observar pessoas diferentes. Momentos banais como simplesmente tomar sol e meditar à noite no parque são valorizados por Johnson, que diz não ter família ou amigos.